Categorias
Inspeção

COMO SER UM INSPETOR DE SOLDA?

QUAIS SÃO OS REQUISITOS PARA SER UM INSPETOR DE SOLDA?

Uma dúvida frequente é “Quem pode ser inspetor de solda? ”

Bom, a resposta é fácil. Qualquer pessoa que atenda aos requisitos estabelecidos pela Norma NBR 14842 pode ser um inspetor de solda.

Ok! Mas não foi uma boa resposta, né? E se talvez mudássemos essa pergunta para “Quais são os requisitos para ser um inspetor de solda? 

Ummm…. Acho que agora vai ficar mais fácil de entender. Bom, vamos lá.

Os requisitos para ser um inspetor de solda são:

  • Treinamento
  • Escolaridade e Experiência profissional
  • Aceitação das regras de conduta e ética e termos de compromisso
  • Comprovação da acuidade visual
  • Aprovação nos exames de qualificação

Vamos ver cada um desses tópicos mais detalhadamente a seguir.

Treinamento

A partir de junho de 2015, a norma NBR 14842 estabeleceu que os candidatos a inspetor de soldagem devem comprovar, formalmente, por meio de certificado, ter obtido aproveitamento satisfatório em curso de formação de inspetor de solda em instituição de treinamento reconhecida pelo Organismo de Certificação de Pessoas (OPC).

Portanto, recomenda-se muito CUIDADO sobre onde você vai realizar o seu treinamento, para que se evite o risco de que, após tanto trabalho, dedicação e várias horas de estudo, seu treinamento não seja aceito pela FBTS no momento da solicitação da certificação.

Mas, afinal, o que é esse tal OPC?

Bom, o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia INMETRO é uma autarquia federal que já existe desde 1973 e, resumidamente, tem como objetivo a utilização da metrologia para a avaliação da conformidade.

Ou seja, utiliza meios físicos de medição e controle para garantir a qualidade.

Ok! Mas é o OPC mesmo?

Então, o OPC é uma das muitas acreditações que o INMETRO realiza. Quem é acreditado como OPC fica habilitado a realizar certificações de pessoas.

O INMETRO disponibiliza aqui uma lista dos organismos acreditados como OPC em diferentes escopos. (Link verificado em 02/2020).

A FBTS é o organismo acreditado para a certificação de inspetores de soldagem nível 1 e nível 2. É responsável também pelo reconhecimento das instituições de treinamento.

Para sanar as dúvidas de quem é ou não, a FBTS está divulgando em seu site quais são as instituições de treinamento reconhecidas (link verificado em 02/2020).

Continuando…

Além de tudo isso, os treinamentos para inspetor de solda devem possuir uma carga horária mínima de 162h para nível 1 e de 210h para nível 2 (nesse caso, sendo 162h de treinamento de nível 1 + 48h de treinamento de nível 2) e conteúdo programático recomendado.

Sabia que nem todos precisam fazer curso de formação de inspetor de soldagem?

É isso mesmo, o curso de formação não é obrigatório em alguns casos.

Escolaridade e Experiência profissional

A escolaridade e a experiência profissional são requisitos que devem ser avaliados em conjunto, pois um implica diretamente o outro. O gráfico a segui exemplifica isso.

Inspetor de Solda: Imagem Gráfico Escolaridade X Experiência Profissional

LEGENDA:
A – Ensino médio completo (2º GRAU)
B – Curso Técnico em Mecânica, Metalurgia, Naval, Eletromecânica ou Mecatrônica
C – Curso Técnico de Soldagem
D – Curso em Engenharia (produção, materiais, civil, mecânica, metalurgia, química ou naval) ou curso superior de Tecnologia em Soldagem
E – Curso em Engenharia (materiais, mecânica, metalurgia ou naval), com Pós-Graduação lato sensu em Engenharia da Soldagem ou Mestrado ou Doutorado na área de soldagem

Analisando o gráfico, concluímos que, para você ser um inspetor de solda nível 1, é necessário possuir:

  • Ensino médio completo, no mínimo, e 24 meses de experiência; ou
  • Curso técnico em Mecânica, Metalurgia, Naval, Eletromecânica ou Mecatrônica e 12 meses de experiência; ou
  • Curso técnico em Soldagem ou curso superior em Engenharia (Produção, Materiais, Civil, Mecânica, Metalurgia, Química ou Naval) ou curso superior de Tecnologia em Soldagem e 6 meses de experiência; ou
  • Curso superior em Engenharia (Materiais, Mecânica, Metalurgia ou Naval), com Pós-Graduação lato sensu em Engenharia da Soldagem ou Mestrado ou Doutorado na área de soldagem. Não precisa ter experiência na área.

Já para ser um inspetor de solda nível 2, é necessário possuir:

  • Curso técnico em Mecânica, Metalurgia, Naval, Eletromecânica ou Mecatrônica e 36 meses de experiência, no mínimo; ou
  • Curso técnico de Soldagem e 24 meses de experiência; ou
  • Curso superior em Engenharia (Produção, Materiais, Civil, Mecânica, Metalurgia, Química ou Naval) ou curso superior de Tecnologia em Soldagem e 12 meses de experiência; ou
  • Curso superior em Engenharia (Materiais, Mecânica, Metalurgia ou Naval), com Pós-Graduação lato sensu em Engenharia da Soldagem ou Mestrado ou Doutorado na área de soldagem e 6 meses experiência na área.

Comprovando a Escolaridade….

Bom, a FBTS é muito clara no guia do candidato quanto à escolaridade requerida. O órgão estabelece que a comprovação da escolaridade deve ser realizada mediante apresentação de cópia autenticada dos Diplomas, Carteira de Conselho de Classe – CREA, Certificado de Conclusão ou Histórico Escolar.

E ainda frisa que não são aceitas declarações de conclusão de curso para a comprovação da escolaridade.

É importante destacar também que os cursos de graduação e de pós-graduação devem ser reconhecidos pelo Ministério de Educação e Cultura (MEC).

Comprovando a Experiência Profissional….

Para comprovar a experiência profissional, a FBTS estabelece que o candidato deve apresentar cópia autenticada da carteira profissional ou do contrato de autônomo, comprovando a atividade profissional relativa à soldagem.

A FBTS ainda abre uma brecha para declaração de empresas, em que fica a critério do empregador especificar qual o cargo exercido e quais as atividades que o profissional executa ou executou em pelo menos uma das seguintes áreas:

  • Projeto (SOLDAGEM);
  • Controle da qualidade/inspeção (SOLDAGEM);
  • Fabricação (SOLDAGEM);
  • Construção ou montagem de equipamentos (SOLDAGEM);
  • Manutenção (SOLDAGEM);

Para facilitar a sua vida, disponibilizamos dois modelos editáveis (em Word) de declaração da empresa:

  1. Para acessar modelo de declaração voltado a quem ainda está atuando na empresa é fácil basta clicar aqui em modelo de declaração atuante.
  2. Para acessar modelo de declaração voltado a quem não atua mais na empresa, clique aqui modelo de declaração não atuante.

Além disso, o empregador deve preencher e enviar o Termo de Responsabilidade preestabelecido, que você pode baixar clicando aqui Termo de Responsabilidade.

IMPORTANTE:

Todas as cópias dos documentos a seguir devem ser autenticadas:

  • Certificado de escolaridade;
  • Experiência profissional (carteira de trabalho, contrato de trabalho e declaração da empresa, quando aplicável);
  • Certificado de treinamento;
  • Identidade.

Aceitação das regras de conduta e ética e dos termos de compromisso

A FBTS estabelece regras de conduta e ética para quem quer ser inspetor de solda. Veja o termo de conduta e ética.

Resumidamente, o objetivo dessas diretrizes e termos é fixar padrões morais e legais para os inspetores de solda. São estabelecidas regras gerais, regras de penalidade e regras de responsabilidade.

Já os termos de compromisso são dois: um para quem está iniciando o processo de certificação e outro para quem já está em processo de recertificação.

Você pode acessar os termos para:

Comprovação da acuidade visual

É indispensável para quem estiver interessado em ser inspetor de solda ter comprovada sua capacidade visual, o que é muito lógico, uma vez que uma das principais atividades do inspetor é a realização de inspeção visual das soldas.

Para tanto, os interessados (e empenhados) candidatos a inspetor de soldagem devem atender a alguns requisitos específicos no exame médico de sua capacidade visual. São eles:

  • Exame padrão JAEGER J-1 com distância maior que 30cm e recomendada de 40cm.
  • Exame na escala SNELLEN igual ou superior a 20/40.
  • Exame padrão ISHIHARA.

É importante ressaltar que a acuidade pode ser tanto corrigida (com lente ou óculos) quanto natural (o famoso olho nu).

Além disso, todo ano o inspetor deve realizar novo exame para manutenção da sua certificação. Os exames são válidos se apresentados em até 90 dias após a realização.

A FBTS fornece um formulário para que o seu oftalmologista preencha a avaliação. Você pode baixá-lo clicando aqui comprovação da acuidade visual.

Aprovação nos exames de qualificação

Bom, agora começa o problema. Rs…

Estava indo tudo bem, mas agora não tem para onde correr…

Quem quiser ser inspetor de solda tem que realizar os exames de qualificação.

Já que não tem como fugir, vamos lá.

Os exames de qualificação dependem do nível de qualificação pleiteado, ou seja, para quem vai fazer nível 1, é um, e para quem vai fazer nível 2, é outro, contemplando provas teóricas e práticas.

ENCONTRE ARTIGOS

ARTIGOS POPULARES

INSPEÇÃO

A verdade sobre ensaios destrutivos e não destrutivos

Tipos de ensaios não destrutivos: resultado garantido

Ultrassom industrial o END mais utilizado

Teste hidrostático: Garantindo a integridade do seu equipamento

Inspeção de solda Raio x: Benefícios e desvantagens

Ensaio não destrutivo estanqueidade: Eficiência contra vazamentos

Ensaio não destrutivo emissão acústica grandes resultados na detecção de falhas

Inspeção dimensional: Garantindo seu padrão de fabricação

Inspeção diligenciamento importante atividade para cumprir seus prazos

Tipos de inspeção de solda: Tudo que você precisa saber

Ensaio visual de solda (EVS): O primeiro ensaio a ser aplicado

Como funciona a avaliação de desempenho do inspetor de solda

Como ser um inspetor de solda ?

O Que é inspeção de solda por partículas magnéticas (PM) ?

Ensaio por líquido penetrante (LP): Um importante meio de inspeção

Ensaio não destrutivos correntes parasitas (Eddy Current)

Crédito estruturado para inspetor de solda

Inspetor de solda o guia definitivo

Curso de inspetor de solda

Inspetor de solda salário

SNQC, níveis, atribuições e muito mais…

QUALIFICAÇÃO

A verdade sobre qualificação de soldadores pela AWS D1

Como fazer a recertificação de inspetor de solda?

Importante certificado de qualificação de soldador (CQS)

ENGENHARIA

NR 18 progresso importante na segurança preventiva

NR 12 a saúde das máquinas e equipamentos

Tudo que você precisa saber sobre NR 13 caldeiras e vasos sob pressão

NR 13 importante na gestão de integridade

SIMBOLOGIA

Simbologia de solda: Conceitos gerais

Símbolos básicos de soldagem

CONHEÇA O GLOSSÁRIO DA SOLDAGEM

CONTATO INSPESOLDA

R. da Estação, 441 – Centro, Osasco, SP – Brasil – CEP: 06093-080

WhatsApp: (11) 99198-2190

Tel.: (11) ​2626 1064 / (11) 4237 6393

E-mail contato@inspesolda.com

Atuamos desde a análise de projeto a entrega do produto acabado. Solicite um orçamento!


O conteúdo do texto desta página é de direito reservado. Sua reprodução, parcial ou total, mesmo citando nossos links, é proibida sem a autorização do autor. Crime de violação de direito autoral – artigo 184 do Código Penal – Lei 9610/98 – Lei de direitos autorais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *