Categorias
Qualificação

ACOMPANHAMENTO DE QUALIFICAÇÃO DE SOLDAGEM GARANTINDO A QUALIDADE DA SOLDA

Por que a Qualificação de Procedimentos de soldagem

Acompanhamento de qualificação de soldagem, Os equipamentos em geral são fabricados por meio de uniões de partes metálicas entre si empregando-se soldas.

Há, portanto a necessidade de se garantir, nestas uniões soldadas, um comportamento mecânico adequado quando as mesmas forem solicitadas em serviço (por exemplo: resistência mecânica mínima, resistência ao choque, resistência a determinado nível de pressão interna ou externa, resistência à corrosão, resistência ao desgaste e etc.).

Os tipos de solicitações mecânicas predominantes variam conforme a natureza do equipamento que será construído (por ex: estrutura metálica, tanque, vaso de pressão e etc.).

Definida a natureza do equipamento, é necessário prever a intensidade dos esforços mecânicos a que este será submetido, sendo que a mencionada intensidade variará de equipamento para equipamento.

Portanto, para garantir a qualidade da solda é preciso realizar o acompanhamento de qualificação de soldagem, dos soldadores e operadores de soldagem.

As qualificações são completamente fundamentadas em Normas e Especificações técnicas, de modo que, seguindo-se o passo a passo do estabelecido numa determinada Norma através dos seus requisitos, consegue-se, ao se comparar os resultados obtidos com a tecnologia  em teste, com o critério de aceitação e consequentemente do seu emprego na obra principal.

Acompanhamento de qualificação de soldagem

Por que devemos usar as Normas de Qualificação

Existem diferentes “Normas de Qualificação” e estas individualmente estabelecem uma série de requisitos que deverão ser seguidos passo a passo até que se obtenham as referidas qualificações.

Os requisitos, por sua vez, variam conforme a norma a ser utilizada na(s) qualificação (ões) e por isso deve-se seguir a mesma norma do início ao fim de uma determinada qualificação.

Os requisitos para a qualificação dos procedimentos de soldagem variam largamente de uma norma para outra. Uma qualificação feita segundo uma norma, geralmente não tem validade para outra norma.

É necessário, portanto, que o inspetor de soldagem esteja consciente de que os requisitos da norma aplicável estejam sendo seguidos, na qualificação dos procedimentos e consequentemente na qualificação de soldadores.

Por que uma empresa deve ter um acompanhamento de qualificação de soldagem

O procedimento de soldagem é um documento, que estabelece todos os itens importantes, que devem ser considerados na união de partes por soldagem, este contém limites ou faixas de parâmetros tais como tipo de corrente, espessura do metal de base, tipo de metal de base, tipo de consumível etc.

Um procedimento de soldagem é válido somente dentro dos limites nele especificados. Se um procedimento não pode produzir soldas de boa qualidade, sem que os limites estabelecidos sejam ultrapassados, então um novo procedimento de soldagem deve ser utilizado em lugar do primeiro.

Muitas normas de qualificação requerem que o procedimento de soldagem, além de ser o documento que contém os métodos e a tecnologia requerida, seja também qualificado antes de ser colocado em uso na produção de soldas.

Validade da Qualificação

Quanto à validade da qualificação de procedimentos de soldagem as normas diferenciam-se entre si, ou seja, quando que um procedimento passa a ser impróprio para uso este deve ser requalificado.

É atividade do inspetor de soldagem controlar que somente procedimentos qualificados sejam utilizados, na soldagem de juntas, os quais estejam devidamente adequados.

Os limites das qualificações são estabelecidos em primeiro lugar através das variáveis de soldagem. Variáveis, são condições de soldagem que, se mudadas, afetarão a qualidade das soldas.

Para o processo de soldagem com eletrodo revestido, por exemplo, a mudança de uma fonte de energia de retificador para gerador, não tem, normalmente, nenhuma influência na probabilidade de se alterar a qualidade das soldas e, portanto, não é considerada como uma variável para este processo.

De qualquer maneira, pode ser uma variável para outro processo de soldagem. Algumas normas de qualificação dão a todas as variáveis a mesma importância.

Outras dão níveis diferentes de importância a elas, classificando-as em variáveis essenciais, variáveis essenciais suplementares e variáveis não-essenciais, como:

Variáveis essenciais: são variáveis que, se alteradas, requer a requalificação;

Variáveis essenciais suplementares: são variáveis se, se alteradas, requer a requalificação, contudo a sua análise é necessária quando se tem requisito de impacto na junta soldada;

Variáveis não-essenciais: são variáveis que, se alteradas, não requer a requalificação. Cada norma determina variáveis específicas, aplicáveis a cada um dos processos de soldagem. Com o conhecimento das variáveis aplicáveis, o inspetor de soldagem pode determinar se a soldagem é executada de maneira apropriada. 

ENCONTRE ARTIGOS

CONHEÇA O GLOSSÁRIO DA SOLDAGEM

CATEGORIAS DE ARTIGOS

ARTIGOS TOP 5

1- Inspetor de Solda: O Guia Absolutamente Completo!

2 – Símbolos Básicos de Soldagem

3 – Tipos de Inspeção de Soldagem: Tudo que Você Precisa Saber

4 – A Verdade Sobre Qualificação de Soldadores AWS D1.1

5 – NR-18 Progresso Importante na Segurança Preventiva

ARTIGOS RECENTES

CONTATO INSPESOLDA

Atuamos desde a análise de projeto a entrega do produto acabado. Solicite um orçamento!

4 respostas em “ACOMPANHAMENTO DE QUALIFICAÇÃO DE SOLDAGEM GARANTINDO A QUALIDADE DA SOLDA”

Uno puede aprender algo nuevo aquí todos los días. Estoy un habitual para la mayoría de los blogs, pero aún no sabía nada de un par de ellos.
Glenn Hugibert Lisan

Deixe uma resposta

You have to agree to the comment policy.